feministlibrary

Feminismo sobre duas rodas

A F.L.O.W., também conhecida como Feminist Library On Wheels (Biblioteca Feminista Sob Rodas, em português), realiza aquilo que o próprio nome já diz: uma coleção multimídia de textos e artefatos feministas que viaja por bairros de Los Angeles em triciclos, a fim de apoiar e propagar a causa.Com cores vibrantes e cestinhas traseiras atoladas de ícones literários feministas, a ideia das donas e condutoras das “magrelas”, Jean Witte e Dawn Finley, é criar uma mudança social e cultural no modo de pensar de quem passa por elas. As bikes também funcionam como ponto de encontro e referencia para os moradores, fortalecendo o convívio e união da comunidade local.

Com o lema “feminismo é para todos”, a dupla acredita que é uma divulgação muito mais eficaz ir até o público e apresentar o movimento, do que esperar o público ir até elas. “Imagine um feminismo levado às massas, onde pessoas vão de porta em porta distribuindo literatura, como fazem os grupos religiosos, para explicar as inúmeras maneiras de como o movimento mudou positivamente todas as nossas vidas”, explica Jean. Dawn completa que “o compartilhamento do pensamento e prática feminista sustenta movimento”.

A biblioteca consiste inteiramente de livros e trabalhos de faculdade doados, e desde sua concepção, as bicicletas continuaram a pegar velocidade. No mês passado, coletaram cerca de 3.200 dólares através de um site de crowdfunding. Foi mais do que suficiente para pagar por melhoramentos nos triciclos e ainda criar cartões de biblioteca próprios, para realizar empréstimos pra os que quiserem levar livros pra casa.
As meninas miram alto, e planejam construir uma frota de bicicletas, não só em Los Angeles, como em outros estados, para que a causa ganhe cada vez mais aliados.

“O mundo em que vivemos está pronto para um coro de vozes feministas saudáveis e vibrantes, trazendo conhecimento para as pessoas um pedal de cada vez!”, diz Dawn.

Você pode curtir e ficar por dentro do trabalho da dupla pelas páginas no Facebook e Tumblr.



Sobre

Ranzinza por natureza e procrastinadora por opção, é tão "8 ou 80" quanto seu signo de gêmeos lhe permite ser. A personalidade caótica a torna capaz de conciliar a carreira de assessora de imprensa com a alma de artista. Cheiradora de livros nas horas vagas e daydreamer full time. Ah, e feminista assumida!


'Feminismo sobre duas rodas' não tem nenhum comentário

Seja o primeiro a comentar este post

Você gostaria de comentar?

Seu e-mail não será publicado.

© 2014 Madalenas. Todos os direitos reservados.