HeforShe, uma campanha para todos

Há uma máxima disseminada na sociedade que afirma que as feministas odeiam os homens. Obviamente, como o feminismo prega a igualdade entre os sexos, isso não é verdade. Como uma forma de tentar acabar com essa rixa eterna entre os sexos, a atriz britânica Emma Watson – recém-nomeada embaixadora da Boa Vontade da Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres (ONU Mulheres) – lançou o programa “HeForShe” (ou Ele por Ela, em português).

A campanha é uma iniciativa da ONU para promover a liberdade e a igualdade entre gêneros em nível mundial. Em discurso, ela falou sobre a importância dessa luta e reforçou o verdadeiro significado do feminismo e sua importância para os homens e a sociedade em geral. “”Eu decidi que era feminista e isso não me parecia complicado. Mas a minha recente pesquisa me mostrou que ‘feminismo’ se tornou uma palavra impopular”, disse a atriz conhecida pelo papel de Hermione na saga Harry Potter. “Aparentemente, eu estou entre as mulheres que são vistas como muito fortes, muito agressivas, anti homens, não atraentes”.

O discurso completo legendado pode ser acompanhado no vídeo abaixo:

O posicionamento da atriz recebeu reações positivas dos colegas de profissão. Nomes como Tom Hiddleston, Russell Crowe e Matthew Lewis, colega de elenco de Emma, publicaram fotos em redes sociais divulgando a hashtag “HeforShe”.

No site da campanha, homens podem identificar seus nomes e países de origem e “concordar” com a campanha. Até agora, a lista conta com mais de 185 mil inscritos (do Brasil são 3.689). O objetivo é mobilizar um bilhão de homens ao longo de um ano.

No entanto, há quem não concorde com o movimento. Uma página intitulada “Emma you are next” (Emma, você é a próxima) ameaçou a atriz fazendo uma contagem regressiva, sugerindo que fotos nuas dela seriam divulgadas à meia- noite do dia 26 de setembro.  A página trazia o logo do 4chan, site que hospedou dois recentes vazamentos de fotos íntimas de celebridades, como Jennifer Lawrence e Kim Kardashian. Felizmente, nenhuma imagem foi divulgada.

Aliados, não protagonistas
Um dos grandes motivos para que os homens acreditem que o feminismo os odeia é fruto de uma confusão. Por ser um movimento pelas mulheres e para as mulheres, as feministas querem apoio e não a tomada do movimento por eles. Muitas vezes, confunde-se apoio com protagonismo. E, quando as mulheres rechaçam esse protagonismo, eles o entendem como exclusão. Mas não é nada disso. Para que se atinja a igualdade entre os gêneros e que a violência acabe, é preciso que todos se proponham a lutar.



Sobre

Jornalista apaixonada por cultura e feminista em constante evolução. Tem um quê de psicóloga de bar e filósofa de padaria, mas sabe que ainda tem muito o que aprender desta vida severina. De vez em quando, se ilude achando que fotografa bem.


'HeforShe, uma campanha para todos' não tem nenhum comentário

Seja o primeiro a comentar este post

Você gostaria de comentar?

Seu e-mail não será publicado.

© 2014 Madalenas. Todos os direitos reservados.